Plan International Brasil 11 4420.8084

Oficina usa fotografia para debater desafios cotidianos das meninas

Reading Time: 2 minutes

Encontro realizado em São Luís (MA) faz parte da campanha do Agosto Lilás e deu oportunidade para meninas participantes dos projetos Cambalhotas, Rede de Meninas Líderes, Nosso Corpo e Líderes da Mudança

Foto da oficina de fotografia realizada no Maranhão

“Um registro fotográfico nunca é só um mero registro, mas é também uma forma de narrar um sujeito”, afirma Joceline Silva, psicóloga e facilitadora de projetos da Plan International Brasil. A Plan fez parte da oficina de fotografia Meninas: diálogos e registros de desafios cotidianos, realizada neste mês agosto, em São Luís (MA), numa parceria com os Centros de Apoio Operacionais de Defesa da Mulher, do Idoso e da Pessoa com Deficiência, do Ministério Público do Maranhão.

Onze adolescentes da zona rural da capital maranhense, com idades entre 12 e 17 anos, tiveram a oportunidade de aprender técnicas e desenvolver o olhar artístico para a fotografia. As participantes tiveram momentos de sensibilização e parte teórica com Joceline, que explicou a elas como as representações sociais e a estruturação das relações sociais são atravessadas por questões de raça, etnia e gênero.

“Antes de elas terem a aula prática sobre fotografia, foi importante que elas pudessem ter uma noção da fotografia como uma reivindicação social, como uma forma de contar histórias, de emancipar, resgatar e humanizar o outro”, diz Joceline. “Queríamos que elas percebessem que há outros modos de representar as pessoas e como isso afeta o imaginário social.” Algumas das meninas são ou foram participantes de projetos da Plan, como o Cambalhotas, Rede Meninas Líderes, Nosso Corpo e Líderes da Mudança, e foram escolhidas pela afinidade que têm com o tema da oficina.

As jovens também receberam orientações técnicas da desenhista industrial Sharlene Serra e do fotógrafo e promotor de justiça Júlio Aderson Borralho Magalhães Segundo, que deu uma oficina prática. Para esta etapa, elas utilizaram câmeras digitais e celulares. Depois de fazer as fotos, as meninas selecionaram as melhores imagens e produziram suas legendas. A fotógrafa Thatiane Abreu foi outra profissional que colaborou com a oficina.

Os registros serão divulgados nas redes sociais do Ministério Público do Maranhão e expostas no Espaço de Artes Márcia Sandes, na sede da Procuradoria Geral de Justiça, em São Luís, no Dia Internacional da Menina, em 11 de outubro.

A atividade faz parte da campanha do Agosto Lilás, aprovada pelo Senado como projeto de lei que institui, em todo Brasil, o mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher. O objetivo da proposta, enviada à sanção presidencial, prevê a atuação conjunta entre a União e os estados para promoção de ações de conscientização e esclarecimento sobre as diferentes formas de violência contra a mulher.

Compartilhar com o universo
X