Plan International Brasil 11 4420.8084

NOSSA SAÚDE IMPORTA!

Reading Time: < 1 minute

NOSSA SAÚDE IMPORTA!

É fato que a saúde brasileira é precária, mas falar sobre o assunto é muito pior quando falamos do acesso a saúde de meninas e mulheres. Além dos problemas que já conhecemos, o preconceito ronda o nosso acesso aos diversos setores da saúde, como, por exemplo, nas UBS`s (Unidades Básicas de Saúde). Quando as meninas vão se consultar, pegar camisinha, tomar anticoncepcional, principalmente no acompanhamento de uma gravidez. Inclusive, o índice de gravidez precoce no Brasil supera a média da América do Sul.

A publicação “As meninas e os objetivos de desenvolvimento sustentável” que é uma análise feita pela Plan International Brasil, afirma que: o percentual de mães adolescentes entre 15 e 19 anos é de 17,3%. Isso ocorre porque a maioria das e dos adolescentes não têm acesso a educação sexual, o que pode fazer com que o percentual de gravidez na adolescência e jovens contaminados com infecções sexualmente transmissíveis aumente, tanto que a detecção do vírus HIV no sexo masculino é de 6,7% e no sexo feminino é de 4,2%. Sem contar as mulheres negras que são privadas do acesso a saúde em diversos sentidos.

Para a melhoria da saúde de adolescentes o governo deveria implantar projetos e investir na educação sexual nas escolas e nas comunidades, principalmente nas mais carentes. A educação sexual não deveria ser um tabu e sim um direito e um benefício de todos e todas!

Compartilhar com o universo
X