Plan International Brasil 11 4420.8084

EX-JOGADOR RONALD DE BOER ESTEVE NO BRASIL PARA APOIAR O FUTEBOL FEMININO

Reading Time: 3 minutes

EX-JOGADOR RONALD DE BOER ESTEVE NO BRASIL PARA APOIAR O FUTEBOL FEMININO

Holandês tem histórico de engajamento em iniciativas de empoderamento feminino da Plan International Brasil

O holandês Ronald de Boer, ex-jogador e meio-campo da seleção holandesa de futebol, que disputou com o Brasil a semifinal da Copa do Mundo de 1998, esteve no Brasil, onde apoia um projeto da Plan International Brasil de empoderamento feminino por meio do futebol. Boer esteve no estádio municipal Renê Bayma, em Codó (MA), onde falou sobre seu engajamento na iniciativa.

Realizado pela Plan International Brasil, o Futebol Feminino tem como objetivo ampliar as oportunidades de inclusão e integração social de jovens e adolescentes, na faixa etária de 14 a 24 anos, nas comunidades rurais das cidades de Codó, São Luís e São José de Ribamar, no Maranhão. Agora, o projeto entra em nova fase, que contará com o apoio dos pais das meninas participantes da iniciativa.

Com o nome “La League”, o projeto desenvolvido pelo escritório da Holanda se tornará uma marca internacional para apoiar meninas a praticarem futebol. Nesta nova fase, a iniciativa fará com que os pais apoiem suas filhas a jogar futebol, daí a importância de Ronald de Boer, pai de cinco meninas, uma delas, Demi de Boer, que é embaixadora de projetos sobre gênero da Plan International Holanda e sabe dos desafios e dificuldades ocasionados pela desigualdade de gênero em todo o mundo. Ela também está no Brasil.

“Se isso é notado onde vivo, imagino em regiões como o Brasil e no interior deste País. Eu como pai gostaria de falar para os brasileiros a importância de eles se envolverem nesta temática”, afirmou o jogador que, durante a visita, também conversou com pais de meninas participantes do projeto, reforçando como podem apoiá-las e participar das ações.

A prática do futebol pode ser uma importante ferramenta para as meninas. Aumentar a participação delas neste esporte pode contribuir para a redução da gravidez e casamento precoce, entre outras violências. No Brasil, como ainda estamos falando de um país machista, isso se reflete no futebol e em casa, quando os pais impedem suas filhas praticarem tal modalidade. Para derrubar estas barreiras, a Plan International realiza projetos de empoderamento feminino por meio do futebol em mais de 25 países.

SOBRE A PLAN INTERNATIONAL BRASIL

A Plan International é uma organização não-governamental de origem inglesa ativa desde 1937 e presente em 71 países. No Brasil desde 1997, a organização possui hoje mais de 20 projetos, impactando aproximadamente 70 mil crianças e adolescentes. A Plan International Brasil parte do princípio de que assegurar o direito de crianças e adolescentes é um dever e não uma escolha. Em 2011, lançou a campanha mundial “Por Ser Menina”, com o objetivo de acabar com as raízes da discriminacão contra meninas, exclusão e vulnerabilidade, por meio da educação e do desenvolvimento de habilidades. Como resultado dos esforços da Plan International, em 2012 a ONU instituiu o dia 11 de outubro o Dia Internacional da Menina.

Compartilhar com o universo
X