Plan International Brasil 11 4420.8084

Coleção A Revolução das Princesas ganha novo livro inspirado em Tereza de Benguela

Tempo de leitura: 3 minutos

A Revolução da Tereza honra a história da líder quilombola Tereza de Benguela, colocando-a no lugar de exemplo, inspiração e resistência que sempre mereceu ocupar

Nossa coleção A Revolução das Princesas acaba de ganhar um novo livro: A Revolução da Tereza. Depois de recriar as histórias de Cinderela, Rapunzel, Aurora (Bela Adormecida) e Ariel, agora a coleção resgata a trajetória da líder quilombola Tereza de Benguela, uma heroína de verdade. Na região do atual estado do Mato Grosso, a jovem negra se libertou da barbárie da escravidão, tornando-se líder de resistência e rainha no Quilombo do Piolho. Para governar, ela desenvolveu uma estrutura política, econômica e administrativa na comunidade, com direito a forças de segurança, agricultura, artesanato e comércio. Isso tudo no século 18.

A escritora Verônica Bonfim, a ilustradora Bruna Bandeira e a designer Luana Coelho – todas mulheres negras –, se encarregaram de registrar a trajetória da rainha representada pela pequena Tereza e por seus amigos. O objetivo é honrar a história desta personagem fundamental na história do país, colocando-a no lugar de exemplo, inspiração e resistência que sempre mereceu ocupar.

“Estamos muito felizes por poder ampliar a coleção A Revolução das Princesas e, em especial, por trazer mais representatividade para ela, contando a história de Tereza de Benguela”, afirma Cynthia Betti, diretora executiva da Plan International Brasil. A pré-venda do livro aconteceu durante o Fórum da Rede Mulher Empreendedora, na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo. Durante o evento, a ilustradora Bruna Bandeira autografou os livros vendidos pela equipe da Plan, que tinha um estande na área destinada a expositores. A partir de 3 de outubro, a pré-venda também está disponível no site da coleção. O lançamento está marcado para novembro, mês da Consciência Negra, com uma live com as artistas que produziram o título.

“Esse projeto incrível visa enaltecer a nossa história, potencializá-la e garantir representatividade. Por muito tempo isso foi apagado. Ilustrar esse livro foi um presente, uma missão de levar conhecimento, conexão, afeto, ancestralidade e potência para as nossas crianças”, afirma a ilustradora Bruna Bandeira.

“Não tem nada mais potente do que mulheres negras narrando, escrevendo, protagonizando as nossas histórias. Me sinto muito honrada em participar deste projeto e imensamente grata à Plan e toda sua equipe pelo convite e confiança!”, diz a autora Verônica Bonfim. “É muito potente realizar este trabalho, homenageando uma das nossas heroínas negras da história. Parabéns, nossas crianças precisam e merecem!”

A Revolução das Princesas

Nos primeiros quatro títulos lançados, escritoras consagradas e ilustradoras, em parceria com a agência VMLY&R, atualizaram os clássicos Aurora (Bela Adormecida), Cinderela, Ariel e Rapunzel, retratando as princesas como mulheres nada indefesas: são heroínas fortes e corajosas que montam em seus cavalos, lutam contra bruxas e dragões e salvam príncipes que precisam de ajuda agora. A faixa etária recomendada para leitura é a partir dos 9 anos, mas crianças menores podem aproveitar muito a contação das histórias e as belas ilustrações no canal da Plan International Brasil no YouTube.

Cada livro custa R$ 40 e a coleção completa sai por R$ 180, com 5% de desconto se o pagamento for realizado via PIX. O frete fixo de R$ 12 garante a entrega em todo o Brasil. Os livros estão disponíveis no link arevolucaodasprincesas.com.br. Os valores arrecadados com a venda são revertidos para projetos da Plan, como a Escola de Liderança para Meninas.

Compartilhar com o universo
X