Plan International Brasil 11 4420.8084

5 IDEIAS EQUIVOCADAS SOBRE O FEMINISMO

Reading Time: 2 minutes

5 IDEIAS EQUIVOCADAS SOBRE O FEMINISMO

Controvérsias e desinformações costumam acompanhar as ideias comuns sobre feminismo, o que, frequentemente, resulta em grandes confusões. Neste post, vamos desmistificar alguns desses equívocos e vamos abordar as ideias e atitudes que caracterizam, realmente, este importante movimento que busca a igualdade social, jurídica, política e econômica entre as pessoas.

1. FEMINISTAS ODEIAM HOMENS

Não, as feministas não odeiam os homens e muito menos desejam que eles deixem de existir. Esse pode ser considerado um dos maiores equívocos sobre feminismo que constantemente são  difundidos por leigos no tema. “Enquanto mulheres, vítimas de opressão e lutando por igualdade social, seria totalmente incoerente agirmos de forma também opressora como uma espécie de resposta aos homens”, explica Viviana Santiago, Gerente de Gênero da Plan International Brasil. Na verdade, meninos e meninas são resultado da socialização de gênero,  em que modelos e estereótipos acabam definindo o que significa ser homem e ser mulher na sociedade. Obviamente, após anos de opressão, algumas mulheres podem se sentir magoadas em relação aos homens como consequência dos papeis que foram socialmente direcionadas a desempenhar, quase sempre em uma posição de inferioridade em relação aos homens, que estão nos centros de poder das sociedades modernas. No entanto, isso não significa que elas odeiam os homens.

2. FEMINISMO É O CONTRÁRIO DO MACHISMO

Feminismo é um movimento social quebusca a igualdade de status social, jurídico, político e econômico entre os gêneros . Machismo pode ser definido como um comportamento que oprime não apenas meninas, mas, também meninos. Assim, o  feminismo vai no sentido oposto da opressão. Desta forma, não é o contrário do machismo.

3. TODAS AS FEMINISTAS SÃO IGUAIS

“Feminismo não é um livro de regras, mas, uma discussão, uma conversa, um processo”. Essa foi uma das frases mais marcantes de apresentação da adolescente americana, Tavi Gavison, no TEDx Teen (TEDx Adolescente), em 2012. Aos 15 anos, Tavi sentia falta de exemplos de meninas fortes e, por isso, fundou o site Rookiemag.com, convidando outras meninas a escreverem sobre o que é ser menina e discussões sobre feminismo. O site de Tavi é considerado um dos mais influentes nas discussões sobre o feminismo na modernidade, ajudando meninas do mundo inteiro a reconhecerem que cada menina pode ser seu próprio modelo feminino forte.

4. FEMINISTAS QUEREM DOMINAR O MUNDO

Na verdade, as mulheres querem transformar o mundo. Todas as vezes que uma mulher pauta pedidos de direitos, parece que ela está pedindo mais direitos. Viviana Santiago, Gerente Técnica de Gênero na Plan International Brasil,  explica que, na verdade, o que as mulheres estão pedindo é o direito de ter acesso aos direitos das mulheres. “Os direitos das mulheres são garantidos por lei, mas, o que frequentemente acontece, é que esses direitos não são facilmente acessados. O que nós queremos é ter acesso garantido a esses direitos”.

5. FEMINISTAS NÃO GOSTAM DE MODA, COSMÉTICOS E, NEM PODEM CASAR

Outro importante objetivo do movimento feminista é a desconstrução dos estereótipos. Delimitar o que qualquer pessoa pode fazer, seja menino ou menina, é bastante incoerente com o que o feminismo busca: liberdade de sermos como quisermos, quem quisermos e fazermos o que quisermos, sem nos transformamos em vítimas do julgamento com base na construção social de modelos de mulheres e homens.

– Catirina Conteúdo e Escola de Liderança para Meninas para Plan International Brasil –

[wpfai_social]

Compartilhar com o universo
X