Plan International Brasil 11 4420.8084

CONHEÇA LIA DE ITAMARACÁ, A RAINHA DA CIRANDA DO NORDESTE

Reading Time: 2 minutes

CONHEÇA LIA DE ITAMARACÁ, A RAINHA DA CIRANDA DO NORDESTE

Em 2005, ela fundou o Centro Cultural Estrela de Lia, para oferecer cursos gratuitos à população da Ilha de Itamaracá, em Pernambuco.

Rainha da ciranda, cultuada no Nordeste brasileiro e consagrada internacionalmente como a maior representante desse folguedo, Lia de Itamaracá nasceu Maria Madalena Correia do Nascimento, em 1944, na Ilha de Itamaracá (PE). Transformou-se em Lia quando já era moça e cirandeira, por conta da famosa ciranda Quem me deu foi Lia.

Menina de infância humilde, cantarolava desde cedo. “Meu sonho era cantar e aprendi logo a cantar ciranda”, relembra. Depois de trabalhar como empregada doméstica, passou a cozinhar em um restaurante, onde, à noite, trocava de papel e assumia o palco.

Por questões financeiras, sua face cantora quase sempre dividiu espaço com afazeres culinários. Lia trabalhou como merendeira de uma escola por 28 anos e foi justamente a convivência diária com as crianças que a levou a seguir na roda da ciranda, apresentando-se e divulgando sempre a sua arte.

Em 2005, ela fundou o Centro Cultural Estrela de Lia, que oferecia cursos gratuitos à população da Ilha de Itamaracá. A estrutura do centro desmoronou em 2014, mas está sendo reconstruída para que volte a ser referência de preservação e divulgação da ciranda. Em 2005, Lia foi reconhecida por uma lei estadual como Patrimônio Vivo de Pernambuco.

DICA DE ATIVIDADE – VAMOS BRINCAR DE CIRANDA?

A farra começa com a reunião de todas as crianças em uma grande roda. Com carinho, calma e paciência, brinca-se de ciranda. Dança de roda, a ciranda deve ser cantada e dançada por todos. Lia sugere a ciranda que é sua marca: “Eu estava na beira da praia/ Ouvindo as pancadas/ das águas do mar/ Essa ciranda quem me deu foi Lia/ Que mora na Ilha/ de Itamaracá”.

MATERIAL COMPLEMENTAR

O INSTITUTO C&A RECOMENDA

LIVROS

Quem cata seus males espanta (v. 1 e v. 2), de Theodora Maria Mendes de Almeida (Editora Caramelo)

Menina Bonita do Laço de Fita, de Ana Maria Machado (Editora Ática)

Filó e Marieta, de Eva Furnari (Editora Paulinas)

Compartilhar com o universo
X