Por que precisamos falar sobre saúde com adolescentes: conheça a história de Andressa Pular para o conteúdo principal

Por que precisamos falar sobre saúde com adolescentes: conheça a história de Andressa

A história de Andressa começa não muito diferente das outras tantas meninas de Timbiras, cidade no interior do Maranhão com cerca de 30 mil habitantes. Com dificuldades de acesso a condições básicas de saneamento e de informações sobre saúde, ela percebeu que estava crescendo sem informações que seriam fundamentais para a sua vida.

Andressa é o que se pode descrever como uma pessoa sociável. Extremamente acolhedora e de voz calma, com ela não existe assunto que não renda uma boa conversa. Mas a jovem explica que nem sempre foi assim. Vinda de um passado onde a única situação social que conhecia eram os cultos na igreja, para ela e as outras crianças, todo assunto que envolvesse sexo e direitos reprodutivos era considerado impróprio. Logo, a menina percebeu que estava crescendo sem informações suficientes.

Então, aos 14 anos, Andressa conheceu o Programa Adolescente Saudável, quando a Plan chegou até sua escola. Participante de uma das primeiras turmas do programa, a possibilidade de dialogar abertamente entre iguais abriu um mundo diante de seus olhos. O Programa Adolescente Saudável tem como principal objetivo empoderar meninas e meninos nas questões que envolvem os seus direitos sexuais e reprodutivos de maneira que eles possam dialogar em qualquer esfera sobre o assunto e, principalmente, multiplicar os conceitos do programa para outros adolescentes.

Era a porta que Andressa precisava para dar vazão a toda sua vontade de falar e ser ouvida. Após se tornar uma multiplicadora do programa, Andressa conta que virou uma espécie de referência no assunto para toda sua família e vizinhança. Até seu irmão lhe pede conselhos. O que para os pais, em um primeiro momento, poderia parecer como uma “rebeldia” adolescente é hoje percebida pela própria mãe como essencial para o desenvolvimento de seu pleno potencial.

Além de muito eloquente, Andressa é uma jovem cultural, apaixonada por música e por escrever. E é o fato de ser tão empoderada que a faz ter a coragem de abrir os próprios caminhos. Recentemente, insatisfeita com as opções que a sua região lhe oferecia e cursando faculdade de fisioterapia, única possibilidade levando em consideração seus horários e a distância para chegar à universidade, a jovem tomou a decisão corajosa de mudar de curso, mudar de cidade e ir atrás do que sempre sonhou: estudar jornalismo.

Hoje, mais que uma adolescente da Plan, a menina que antes era tímida e preferia não falar, se tornou  uma parceira da organização, não sendo estranho encontra-la nos eventos promovidos, como seminários e rodas de conversa, ou até mesmo à frente de alguns deles como Metre de Cerimônias. Embora o início de sua história não tenha sido muito diferente de tantas outras de sua região, uma certeza é clara para ela e todos que estão a sua volta: Andressa segue um caminho singular e cheio de sucessos.