Pular para o conteúdo principal

A palavra e a confiança que mudam vidas

Num pequeno povoado na zona rural de Teresina, interior do Piauí, mora a jovem Mirian.

Publishing office
Brasil

A região é pobre e, pela sua paisagem, brotam diversas casas de taipa onde vive um povo que, em sua maioria, não teve acesso à educação formal de qualidade e carece de saneamento básico.

Mirian cresceu mudando-se da casa de um parente para a de outro durante a infância, sem um lar fixo. Aos 16 anos, a falta de informação teve efeitos colaterais: a jovem engravidou de um namorado que conhecera no culto e era apenas dois anos mais velho. No início, nem sabia que estava grávida, já que nunca tivera acesso à informação e não reconhecia os sinais do próprio corpo. Foi acolhida pela família, mas recebeu a sentença de que deveria se casar.

Foi nesse período turbulento, de enfrentar os olhares de reprovação, lidar com os desafios da gravidez e de ser obrigada a casar mesmo pensando ser muito jovem, que Miriam conheceu a Plan International Brasil. Estava no posto de saúde onde fazia o pré-natal. Foi convidada para participar de encontros. Com as educadoras sociais do projeto, falou pela primeira vez sobre assuntos importantes, como métodos de prevenção de gravidez, cuidados com o bebê e o próprio futuro. “Elas me ensinavam coisas que nem passavam pela minha cabeça e outras que eu não tinha coragem de perguntar”, diz a jovem, que revela que a organização lhe ofereceu todo o suporte e apoio durante a gestação, esclarecendo dúvidas que sua família não tinha informação para sanar.

Hoje, Miriam já é mãe, é casada e teve que abandonar a escola para cuidar do filho. Ainda vai às reuniões da Plan e se prepara para participar do projeto Líderes da Mudança. A jovem sonha em voltar a estudar para no futuro se tornar policial. Para ela, um dos maiores ganhos que teve com a organização foi, além da informação, encontrar pessoas que acreditam nela:

“elas sempre me incentivaram a não desistir do meu futuro. Me dão informações que nunca tive e me fazem, mesmo depois de tantas mudanças na minha vida, continuar sonhando com dias melhores”