Pular para o conteúdo principal
O Planejamento Estratégico traça o compromisso contínuo da Plan International Brasil de trabalhar pela promoção e defesa dos direitos das crianças no Brasil, mais especificamente dentro dos estados do Nordeste, onde estão os piores indicadores de desenvolvimento humano do país - e, consequentemente, onde encontramos a maior quantidade de crianças excluídas e marginalizadas.

Desenvolvimento Comunitário Centrado na Criança

Por meio do DCCCA (Desenvolvimento Comunitário Centrado na Criança), a Plan International Brasil coloca as meninas e meninos mais excluídos e marginalizados no centro de seus esforços. É uma metodologia que trata das causas estruturais da pobreza infantil e das violações dos direitos das crianças, além de falhas em múltiplos níveis (família, comunidade, município, Estado e comunidade internacional).

blog-da-plan-international-brasil

O foco dos programas foi definido por meio:

  • Da identificação das violações mais importantes dos direitos das crianças e dos grupos mais significativamente atingidos por estas violações;
  • Das falhas de capacidade mais significativas dentro das instituições do Estado que causam seu fracasso em cumprir com suas obrigações como portadores de deveres;
  • Do alinhamento com os programas prioritários do Governo do Brasil, de relevância para os direitos e o bem-estar das crianças;

  • Das prioridades das crianças, adolescentes, jovens e outros atores relevantes, e das recomendações do Comitê da ONU sobre os Direitos da Criança;
  • Das experiências prévias da Plan International Brasil, sua competência técnica e capacidade de implementar programas de qualidade e agregar valor.

A Plan International Brasil irá implementar quatro programas dentro deste planejamento:

  • Infância saudável (0 a 6 anos);
  • Aprendizagem e Habilidades para a vida das crianças e adolescentes (7-17 anos de idade);
  • Empoderamento econômico de jovens e mulheres;
  • Direito das crianças à proteção contra a violência e os riscos de desastres.

Principais Resultados

Ao final do quinto ano do Planejamento Estratégico, a Plan International Brasil terá se estabelecido como uma Organização que capta e também aplica os recursos no próprio país, e será uma voz reconhecida dos direitos das crianças e adolescentes no Brasil. Nossas metas em programas são que:

  • 60.000 crianças entre 0-5 anos de idade, particularmente afrodescendentes, recebam os cuidados de saúde, educação e proteção que elas precisam para o seu pleno desenvolvimento, por parte do poder público, dos pais, dos cuidadores e/ou responsáveis, e das organizações comunitárias.
  • 45.000 crianças e adolescentes frequentem escolas primárias e secundárias, recebendo uma educação de qualidade e sendo protegidas da violência no ambiente escolar.

  • 100.000 crianças e adolescentes, com uma ênfase especial nas meninas, promovam uma cultura de proteção e prevenção à violência entre seus pares e nas suas famílias e comunidades.
  • 45.000 adolescentes e jovens com conhecimentos, atitudes e habilidades estejam aptos a tomar decisões informadas para a sua saúde, sexualidade e reprodução.
  • 5.000 jovens e mulheres tenham sua segurança econômica e competências reforçadas, além de maiores oportunidades para obter um emprego decente ou manter seus pequenos negócios.